Para quem sofre do meu mal: pernas pálidas e secas (o ano todo)

6 de junho de 2017

Sempre adorei ver mulheres de pernas brilhantes e morenas - exactamente porque nunca o tive. Se quando era mais nova o tema "pernas secas" nunca tenha feito mossa nas minhas preocupações diárias, a verdade é que só quando me diagnosticaram (aos 21 anos) hipotiroidismo, e a minha pele sofreu quase um tratamento de choque, é que comecei a perceber que sofria deste mal. Ou talvez tenha passado a sofrer nessa altura.


Porque é difícil bronzear as (minhas) pernas?

Talvez só as pessoas mais brancas percebam mas é extremamente difícil bronzear as pernas. Por várias razões: porque a pele das pernas é mais espessa e tem uma maior tendência a ficar seca (durante o inverno quando a humidade no ar faz com que a pele perca rapidamente a sua hidratação natural); porque é a zona do corpo que passa mais meses tapada (ao contrário do rosto, ombros, peito ou braços) e, por isso, produz menos melanina; porque, devido às depilações, está constantemente a perder a sua camada superior. Há mais razões mas vou focar estas. Aquilo a que - infelizmente - me habituei foi a ter pernas secas o ano todo e, após a depilação, cheias de bolinhas. Coisa que se vê a léguas porque, além disto tudo, sou pálida. Então, sempre vivi rodeada de dezenas e dezenas de cremes de corpo que compulsivamente consumia diariamente.

No meu caso - que evito dor a todo o custo - habituei-me sempre a depilar as pernas com cremes e lâminas como a Vénus, próprias para pernas. É um ritual de banho, algo que já faço quase sem pensar. E só há pouco tempo, quando entrevistei uma dermatologista alemã maravilhosa, é que ela me disse que os cremes e as lâminas eram exactamente um dos principais causadores de pernas secas. Assim - disse-me ela -, não há hidratante que nos valha. E tantos cremes secam ainda mais a pele. Nesse mesmo dia, mudei todo o meu kit de depilação.

Comprei dois tipos de ceras: bandas frias com aloé vera e próprias para peles sensíveis (aqui) e um boião de cera morna hipoalergénica também para peles sensíveis (aqui). E troquei os meus quinhentos cremes por dois muito simples: a loção e óleo de Nivea (aqui) com ingredientes naturais para aplicar de manhã e a loção hidratante com óleo de argão de Cosmia (aqui) para aplicar à noite antes de dormir.

Simples. Mas ainda estou com aquele síndrome de falta de quem está habituada a ser viciada em cremes. As diferenças foram imediatamente notórias no dia a seguir a ter aplicado as bandas de cera pela primeira vez. Se calhar, só o facto de não estar a usar a Vénus já ajuda, é certo. Agora só me falta o bronze...

... para breve.



6 comentários

  1. O melhor do mundo é depilação a laser... a pele fia de bebé, sem pelo encravados, sem marcas, sem vermelhidão... a melhor coisa que fiz na minha vida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana, acredito. Mas eu tentei uma única sessão e a dor foi de tal forma insuportável que fui obrigada a desistir da ideia... :/

      Eliminar
  2. Sofro do mesmo mal Helena... já tinha visto essa marca Cosmia mas ainda não experimentei, recomendas essa loção ou achas que há outros que se adequam mais?
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tânia :) Acho que a Cosmia (ainda) só tem esta loção de corpo, penso que é a única ou, pelo menos, não vi mais nenhuma. É com ingredientes naturais, então vale sempre a pena :)

      Eliminar
  3. Porque não fazes o laser Helena? É a melhor solução para o teu problema. No entanto, antes de eu o fazer também só usava as ceras mornas porque são o melhor para a pele sensível. Coragem xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei, mas eu fiz uma sessão e a dor foi-me insuportável. Não consigo voltar a fazer porque tenho medo :/

      Eliminar

Latest Instagrams

© the styland. Design by Fearne.