O ano de 2016 em livros e sugestões para 2017

2 de janeiro de 2017


Uma das coisas que mais me fez ganhar este ano foi ter conseguido, devagarinho e aos poucos, conquistar leitores simplesmente pelas minhas sugestões de livros. A literatura foi algo que, desde criança, mudou a minha vida e a minha forma de ser. Embora tenha tido fases em que, obviamente, li muito menos, os livros souberam sempre encontrar o caminho de volta até mim... ou eu até eles. Este foi um dos anos em que mais li e claro que agradeço a todos os que me enviaram livros (Fnac, Bertrand, Jumbo, Esfera dos Livros...) mas grande parte foram descobertas minhas - como falei neste post: em feiras, promoções, etc - foram sugestões que vocês me deram e, claro, presentes que me ofereceram.

Em género de rentrée, pensei em fazer um apanhado das coisas que li em 2016 - e adorei - e também dos livros que quero ler em 2017 para vos inspirar a ler mais: no comboio para o trabalho, na hora de almoço na esplanada, na cama antes de dormir, no sofá a um sábado de chuva... todos os momentos são bons para entrar numa nova aventura.

Livros que voltei a ler

Eu sou freelancer, como todos sabem, pelo que sei que tenho um registo de vida muito mais livre para ler do que a maioria das pessoas. E voltar a ler livros que já li é - acreditem - algo que me dá imenso prazer. É como se a história se fosse desenrolando na nossa cabeça como um déjà vu em que sentimos que sabemos o que vai acontecer mas não nos lembramos ao certo. Andava há séculos a dizer que queria ler os policiais de Robert Galbraith (J.K.Rowling) e quando encontrei o primeiro em promoções, comprei-o imediatamente. Comecei a lê-lo em pulgas quando, ao fim de 10 páginas, pensei: eu já li isto. E já tinha lido de facto, mas fui até ao fim. Agora quero ler os outros dois que - não tenho a certeza mas acho meeeesmo - nunca li. Estes foram alguns dos que reli este ano e, para quem nunca os leu, valem muito a pena.
1. Quando o Cuco Chama de Robert Galbraith; 2. Até ao fim do Mundo de Maria Semple; 3. Cem anos de Solidão de Gabriel Garcia Márquez; 4. Expiação de Ian McEwan; e 5. Mataram a Cotovia de Harper Lee.



Clássicos que (ainda) não tinha lido e outros que, por favoooor, têm de ler em 2017

Jane Austen, as irmãs Bronte, Fitzgerald, Eça de Queirós... eu sou uma mulher de clássicos. As histórias intemporais fazem-me acreditar (ainda mais) no poder da literatura, na marca que deixa no mundo e no quão cíclico é o universo em que habitamos. São clássicos porque poderiam ter sido escritos hoje em dia e, mesmo assim, retratar tão bem a nossa sociedade. Ou fazer-nos (re)pensar a nossa vida hoje como há 100 anos. Ainda tenho muitos, mesmo muitos, por ler mas finalmente risquei alguns da minha lista. Entre esses e os que vos obrigo a ler (obrigo mesmo), deixo-vos com estes para 2017:
1. Viagens na minha Terra de Almeida Garret; 2. Persuasão de Jane Austen; 3. A cor Púrpura de Alice Walker; 4. A Vida de Pi de Yann Martel; 5. O Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde; 6. O Monte dos Vendavais de Emily Bronte; 7. O Deus das Moscas de Willian Golding; 8. Mulherzinhas de Louisa May Alcott; 9. Ratos e Homens de John Steinbeck; e 10. Anne dos Cabelos Ruivos de Lucy Maud Montgomery.


Descobertas interessantes de 2016...

Tive a sorte de, este ano, ter tido acesso a muitas novidades que, de outra forma, talvez não tivesse lido - ou pelo menos não em timing de lançamento - bem como o acesso a muitas coisas giras que fui descobrindo e que marcaram, sem dúvida, os meus últimos meses. Estes são 10 livros que li este ano e que, se não leram, ainda vão a tempo de ler em 2017.
1. O Rouxinol de Kristin Hannah; 2. A Partir de uma História Verdadeira de Delphine de Vigan; 3.A Mulher do Viajante no Tempo de Audrey Niffenegger; 4. Harry Potter e a Criança Amaldiçoada de J.K. Rowling, John Tiffany & Jack Thorne; 5. 300 Dias de Sol de Deborah Lawrenson; 6. Uma Rapariga é uma Coisa Inacabada de Eimear McBride; 7.Viver Depois de Ti de Jojo Moyes; 8. O Livreiro de Mark Pryor; 9. A Noite de Todas as Almas de Deborah Harkness (faz parte de uma trilogia mas ainda não encontrei os outros); e 10. A Duquesa de Mântua de Joana Bouza Serrano.


Livros que me emprestaram e que eu ofereci

Este ano ofereci alguns livros de Robin Sharma à Miranda e, ao mesmo tempo, tenho aqui alguns que me emprestaram para ler por saberem que vou gostar (e que ainda não li mas que me vou obrigar a ler nos próximos meses juntamente com os de que falo a seguir). Quando fui à livraria Déjà Lu ouvi duas senhoras a falar sobre um livro - Blues - e a comentar que já o tinham lido e oferecido a amigas várias vezes. Fiquei imediatamente de antenas no ar e agarrei logo nele. Ainda não li mas está já no monte dos a ler ASAP. Neste exacto momento, estou a ler um que a Sara Cabido me ofereceu no nosso brunch de Natal: O Tempo entre Costuras - vou a meio e a arrastar para não acabar. Mais tarde, quero ver a série espanhola que foi feita com alguns atores portugueses.
1. O Curso do Amor de Alain de Botton; 2. Autobiografia de Slash (Guns'N'Roses); 3. O Tempo entre Costuras de Maria Dueñas; 4. O Santo, o Surfista e a Executiva de Robin Sharma; e 5. Blues de Patrick Neate.



Livros que já comprei para ler em 2017

Já tenho aqui um monte interminável de livros para ler em 2017 que, a acrescentar aos que vou adquirir ao longo deste ano, só tende a aumentar e a aumentar. Eu sou uma pessoa simples e não tenho pudores em dizer que gosto de ler coisas extremamente YA (young adult) por mais infantis que possam parecer. Tal como também gosto de ler clássicos, policiais, romances históricos e até livros pesados para pensar. Tem tudo a ver com o momento em que os estou a ler. O mês passado comprei A Amiga Genial e o Lar da Senhora Peregrine porque já queria muito (e porque vi o filme do segundo e amei). Trouxe só os primeiros volumes e, se gostar (tenho a certeza que vou), comprarei então os seguintes. Por outro lado, na Feira do Livro, comprei os primeiros três volumes da Academia de Vampiros porque custavam 3€ cada e porque, enfim, adoro livros de fantasia e fantástico. Deixo-vos 10 que estão na minha prateleira à espera do momento certo.
1. A Amiga Genial de Elena Ferrante; 2. O Lar da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares; 3.A Bruxa de Oz de Gregory Maguire; 4. Livre de Cheryl Strayed; 5. As Raparigas de Emma Cline; 6. Nome de Código Leoparda de Ken Follett; 7. Viver e Amar em Brooklyn de Emma Straub; 8, Fantastic Beasts and Where to Find Them de J.K.Rowling; 9. Academia de Vampiros de Richelle Mead; e 10. A Rapariga que Sabia Ler de Frances Hardinge.

Voilá. Estas são algumas das minhas sugestões. Poderiam ser muitas, muitas mais porque perco-me quando começo a falar de livros. 

Deixem-me as vossas sugestões. O que leram? O que pretendem ler? O que têm na vossa bucket list para 2017?

10 comentários

  1. Obrigada por este post. Já tirei uns cinco ou seis que quero ver se consigo apanhar, como sugeriste no outro post, nas promoções online da Fnac. Preciso mesmo de leituras boas para este ano :-)

    ResponderEliminar
  2. Olá Helena! Excelente timing para partilha de sugestões literárias :) Como recomendação deixo-te o livro que para mim é provavelmente o melhor livro do mundo: Os Irmãos Karamazov do Dostoiévski, em particular o capítulo do Inquisidor, simplesmente genial! Para este ano tenho o De Profundis, do Oscar Wilde e o Vidas Perdidas do Nelson Algren, o facto de ter inspirado o Lou Reed na criação do "A walk on a wild side" deixa-me com as expectativas em altas! Que classificação dás ao monte dos vendavais?

    ResponderEliminar
  3. Também adoro reler livros que já li. Ontem agarrei no Uma Família Inglesa do Júlio Diniz, e adorei reler os Maias á uns anos atrás. Estas férias também li o Orgulho e Preconceito e a Emma da Jane Austen.

    ResponderEliminar
  4. Há por aqui alguns livros que já li, mas a maioria não conheço e já deixei este post nos marcadores :) Um dos meus objectivos para 2017 é ler, pelo menos, 1 livro por mês (ando a ler muito pouco). Há sugestões que já tinha estado a namorar e, assim sendo, vou procurá-las para ler :) Beijinhos e bom ano!

    ResponderEliminar
  5. Este também foi o ano que li, no meu caso pela primeira vez, To Kill a Mockingbird e o The Picture of Dorian Grey! Da minha lista para ler em 2017 também tenho o Life of Pie, Lord of the Flies e Wuthering Heights (prometo que já os tinha em mente antes do teu post, sinto-me uma copycat do liceu ahah).
    A saga de Miss Peregrine's queria comprar em boxset por isso ainda vou esperar um bocadinho para que baixe um pouco o preço e por acaso tive a sorte do namorado me oferecer a Screenplay de Fantastic Beasts!
    De momento estou a ler o Invisible Man, já leste? Tem muito aquela vibe Dr. Jekyll and Mr. Hyde que gosto imenso!

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
  6. Não se vai arrepender de ler "Amiga Genial" e acredite que enquanto não acabar os quatro livros não vai sossegar. Para já estou dividida entre "A casa dos espíritos"(que já li um sem número de vezes) e "Cem anos de solidão". :)

    ResponderEliminar
  7. Olá Helena! Costumo preferir os livros mas, como vi a série primeiro, já não consigo ler o livro. Falo de "El Tiempo Entre Costuras". A série é óptima, os figurinos de época ajudam muito e acho que agora já não me acrescenta nada ler o livro :( O que achaste do Where'd You Go Bernadette? Bj, Rita Duarte Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh sim... a série deve ser bem completa mesmo (mais do que livros que passam a filmes, claro). O Where'd You Go Bernardette é, além da história em si, bastante divertido de ler porque toda a escrita é sarcástica. Tem uma coisa gira que é: vamos acompanhando o desenvolvimento da história por emails, notas, post-its, cartas... não vou dizer mais :P

      Eliminar
  8. PS.: já que temos aqui alguma sobreposição, deixo-te uma sugestão de que estou a gostar mt: "Commonwealth" da Ann Patchett

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© the styland. Design by Fearne.