Padrão dos Descobrimentos Monument to the Discoveries Lisbon

17 de março de 2016 Lisboa, Portugal





A par com a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos é um símbolo icónico de Lisboa e da nossa história, construído na margem direita do rio Tejo onde, antigamente, era uma praia onde paravam as naus. Mas não tem tantos anos assim como se possa pensar. O monumento original foi construído em 1940 por ocasião da Exposição do Mundo Português para homenagear as figuras históricas envolvidas nos Descobrimentos Portugueses. Mas a réplica actual, e que todos podemos visitar, foi reconstruída em 1960 para comemorar os 500 anos da morte do Infante. Mas deixem-me partilhar mais algumas coisas giras :)

Inicialmente, o monumento havia sido pensado para ser uma homenagem ao Infante D. Henrique e, durante anos, foi a concurso sem nunca se ter realizado a sua construção. Só por ocasião da tal Exposição é que o projecto foi aprovado, celebrando não só o Infante mas também os seus colaboradores e seguidores. E - curioso - foi construído em apenas 8 meses. Em 1958, o Padrão foi desmontado (tinha sido construído com materiais perecíveis e que duram pouco) e voltou a ser construído em betão por ordem de Salazar e erguido no local de implantação original.

O Padrão dos Descobrimentos tem a forma de uma caravela, com três grandes velas que se prolongam num bloco central que representa, em ambos os lados, a bandeira de D. João I. À proa, ergue-se D. Henrique, o Navegador, com uma caravela na mão direita e um mapa na esquerda. Em duas filas descendentes, de cada lado do monumento, encontram-se os portugueses notáveis ligados aos descobrimentos, entre eles Pedro Álvares Cabral (que descobriu o Brasil), Bartolomeu Dias (que descobriu o Cabo da Boa Esperança), Vasco da Gama (que descobriu o caminho marítimo para a Índia), outros navegadores importantes, como Gil Eanes ou Diogo Cão, o pintor Nuno Gonçalves, com uma paleta, e o grande Camões, com os Lusíadas na mão.

No chão, e difícil de perceber cá de baixo mas quem subir ao Padrão consegue ver, encontra-se representada uma rosa-dos-ventos de 50 metros de diâmetro. Lá dentro, existe um auditório e duas salas de exposições e, lá em cima, um miradouro a 56 metros do chão com uma vista maravilhosa para Belém e do rio Tejo. Estava imenso frio neste dia mas hei-de lá voltar e subir lá acima.

O Padrão está aberto, agora, todos os dias (até Setembro) das 10h às 19h (entre Outubro e Fevereiro é de terça a domingo, das 10h às 18h). O bilhete simples custa 4€, o familiar (2 adultos + 2 crianças) 10€.
__________________________________________________________________________________

Along with the Belém Tower, the Monument to the Discoveries is an iconic symbol of Lisbon and our history, built on the right bank of the Tejo river where formerly was a beach where the ships usually stopped. The original Monument was built in 1940, in a temporary form, as a part of the Portuguese World Exhibition to commemorate the historical figures involved in the Portuguese Discoveries. But the current Monument was rebuilt in 1960 to commemorate the 500th anniversary of the death of the Infante Dom Henrique (Henry, the Navigator). But let me tell you a little bit about this Monument.

Initially, the Monument had been thought to be a tribute to Henry, the Navigator, and for years, the architects took the project to public contest without ever having carried out its construction. The project was only approved on the occasion of the Exhibition, celebrating not only the Infant but also its followers. And - curious - it was built in just 8 months. In 1958, the Monument was dismantled (it had been built with perishable materials) and, this time, it was made of concrete and stone by order of Salazar (a Portuguese politician who served as Prime Minister of Portugal for 36 years, considered to be a dictator).

The Monument stands alone in a striking position on the breakwater on the bank of the Tejo river and has the shape of a Caravel with Henry the Navigator in its prow, with a caravel in his right hand and a map on the left. On the two lateral ramps are some of the major figures of the Portuguese overseas expansion and cultural figures from the age of the Discoveries, among them Pedro Alvares Cabral (who discovered Brazil), Bartolomeu Dias (who discovered the Cape of Good Hope), Vasco da Gama (who discovered the sea route to India), other major navigators such as Gil Eanes or Diogo Cão, and artists like the painter Nuno Gonçalves and the great Camões (Portugal greatest poet, compared to Shakespeare, Virgil, Homer and Dante) with Lusíadas (his epic work) in his hand.

On the ground, and hard to see from below but visible from the top of the Monument, is represented a rose-of-winds of 50 meters in diameter. Inside, there is an auditorium and two exhibition halls and, upstairs, a viewpoint 56 meters above the ground with beautiful views of Belém and the Tejo river. It was cold as hell this day but i'll go back and climb up to the top.

It's open, now, every day (until September) from 10am to 7pm (between October and February, tuesday to sunday, from 10am to 6pm). The single ticket costs 4€ and the family (2 adults + 2 children) costs 10€.

I was wearing: Bag and shoes, Aldo; Jacket, Mango; Jeans and sunnies, Primark; Knit, Code.







7 comentários

  1. ADOREI ESSES SAPATOS!! Lindos! E a história, não conhecia nada do Padrão <3

    ResponderEliminar
  2. Este é mais um exemplo de algo construído por ocasião de uma Exposição e que acabou por ficar para sempre, tal como a Torre Eiffel, embora essa tenha sido por uma Exposição Mundial.
    Um dia também tenho que subir lá acima. A vista deve ser maravilhosa!
    Os teus sapatos são lindos, lindos.

    Lena's Petals xx

    ResponderEliminar
  3. Logo na primeira foto, estás com cara de quem estava a morrer de frio ah ah ah. Mas adorei o post :-)

    ResponderEliminar
  4. As fotos estão fantásticas. Amo os sapatos e a mala, são top!
    Beijinhos


    Blog Denise de Assis
    Ear Cuff GIVEAWAY

    ResponderEliminar
  5. Ando à procura de um casaco do género à imenso tempo !!
    Adorei o look, adorei o cenário, adorei o conteúdo.
    Continua o bom trabalho, adoro o blog

    http://umaraparigaasdireitas.blogspot.com

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© the styland. Design by Fearne.