O AMOR É OUTRA COISA #16 O que nunca queiram ser: a ex-namorada psicopata

22 de setembro de 2015


Este não é um artigo para os homens - mas também pode ser.

Já todos se depararam com uma ex-namorada de alguma forma louca e que, a dada altura, vocês não têm nada mais para lhe dar se não pena e desprezo, certo?

E agora - para as mulheres - todas nós somos ex-namoradas de alguém. E no futuro, algures incerto, vamos encontrar um homem fantástico que vai ter outras mulheres no seu passado. O que me leva ao cerne da questão: se não gostamos de lidar com ex-namoradas doentes porque razão nos tornamos numa? E o que é mais assustador, além da forma como mulheres racionais e equilibradas se transformam, de repente, em psicopatas atrás de homens, é como é que nós, mulheres, ao invés de nos virarmos contra eles, viramo-nos umas contra as outras.

Em última análise, a culpa é sempre do homem. E nunca da outra mulher. Se foram traídas? A puta não é a pessoa com quem ele vos traiu - ele é que é um idiota que não merece sequer o tempo que perdem a ofender a outra. Se vos deixou por outra? A nova namorada não é, lá vou eu para as ofensas, a cabra. Ela, eventualmente, vai ser tão enganada quanto vocês foram. Se terminou a vossa relação sem dar um motivo e, uma semana depois, o veem marcado em fotografias com outra? Óbvio que não é para ela que vão mandar mensagens e comentários ofensivos. Mesmo que eles se tivessem conhecido enquanto vocês ainda estavam juntos - sim, sim, sim - a culpa é dele porque são precisos dois para dançar o Tango e não foi a outra que lhe fez a cabeça para terminar a relação convosco.

Porque, acreditem, quando eles não querem acabar, não acabam.

Mulheres - em que momento senil é que vos passa pela cabeça atacarem a outra mulher - quer seja ela a nova namorada, a ex-namorada ou uma qualquer que ele conheceu na noite?

No último post d'O Amor é Outra Coisa, deixaram-me este comentário:

Engraçado, não li tudo nem me dei ao trabalho, mas sei bem o tipo de gaja que és , aliás tens uma amiga que fez isso a um homem casado e destruiu uma relação de 6 anos, enfim !! que sejam felizes!! :) Se o Gajo se meteu contigo é porque vocês têm bem o ar de meninas que vão com qualquer um e que se sujeitam a ser ao outras em troca de uns jantares pagos em restaurantes caros para as meninas porem no blogue!! o engraçado é que os parolos até caem !! sabes como vos chamam quem vos conhece no Norte ?? Finas !! lol , DE qualquer forma boa sorte, não se esqueçam do Karma!! o Karma é lixado.. um dia outra como tu pode fazer isso a alguém que está ao teu lado e de quem gostas e não vais gostar!! Pois é ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão!

Na altura não disse nada mas esta comentadora, A Outra, está a referir-se a uma amiga minha que, neste momento, tem uma relação com um tipo que era casado (com ela!). Porque razão é que foi a minha amiga a destruir o casamento? Porque é que esta comentadora, ao invés de resolver os seus esqueletos com o ex-marido, ataca a nova relação dele que não tem nada a ver com isso? Mesmo que eles já estivessem juntos (que não estavam) durante o casamento, a minha amiga seria a última a ter a culpa nesta história toda. A comentadora A Outra andava na sua vidinha de separada (por opção própria, foi ela a sair de casa tipo... hello?) a curtir o dinheiro do ex-marido e, quando o viu, feliz, com outra pessoa, de repente é todo um drama porque ele lhe destruiu os sonhos de amor eterno e ela, a minha amiga, é uma grande cabra que lhe roubou o marido.

O problema das mulheres - e eu, por norma, defendo sempre a nossa causa - é virarem-se umas contra às outras. É colocarem todas as suas frustrações numa outra qualquer que, só por ser a nova namorada, é mais feia, é mais gorda, é mais puta. É mais tudo!

Se passam demasiado tempo no Facebook a perseguir virtualmente tudo o que o vosso ex-namorado faz, em quem mete likes, em quem comenta, quem é a nova namorada dele, se fazem printscreens de fotografias dela e mandam para todas as vossas amigas para que todas respondam o quão feia ela é (e, acreditem, eu também já fiz isto e não me orgulho), se lhe enviam mensagens a meio da noite, se ofendem a nova namorada, se querem sabotar esta nova relação... lamento informar-vos mas estão a entrar no território da loucura. E não é fácil sair dele.

Ser a ex-namorada psicopata nunca, mas nuuuuunca, vai trazer aquele homem de volta.

E só vai, em última análise, servir para cinco minutos de gargalhadas enquanto ele mostra as vossas mensagens aos amigos numa noite qualquer nos copos.

Homens - já lidaram com ex-namoradas loucas? O que fizeram?

Mulheres - já se sentiram assim alguma vez na vida? Partilhem.

Quero perceber o que ambas as partes sentem.

13 comentários

  1. Respostas
    1. True!! Eu também já fiz coisas menos felizes :)

      Eliminar
  2. Em primeiro lugar parabéns pelo teu post!
    Bem escrito, bem verdadeiro e mesmo muito bom!
    Não falhaste em nada :p

    Sigo*
    xoxo,
    www.wordsofsophie.com

    ResponderEliminar
  3. Por acaso tenho sempre a tendência para não achar que a culpa foi da outra. Se ele estava connosco e nos traiu (se for esse o caso) então a culpa há-de ser dela porquê? Quem estava na relação era ele, não é? Já me senti um bocado stalker em relação a ex-namorados, mas nunca nada a roçar a loucura e a tentativa de fazer o nome dele arrastar-se pela lama. Coisas momentâneas que depois me fizeram pensar 'epá larga isso, já chega' :p

    E se ainda nunca disse que adoro os teus 'O Amor é outra coisa' digo agora: ADORO-OS :) *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Catarina, mesmo :)
      E concordo: eu também já tive aí uns momentos de stalker de ver tudo o que andava a fazer no facebook e enviar fotos da "outra" a amigas para me sentir momentaneamente melhor, mas depois tudo se relativiza e partimos para outra ... Tem de ser assim!

      Eliminar
  4. Compreendo a tua opinião pois de facto, quando eles já são assim, (de trair) não é preciso grande incentivo pois tudo o "que mexe" serve. E aí, de facto, o idiota é ele, para não dizer outra coisa. Mas já não concordo quando dizes que a outra mulher, com quem ele trai, que não tem culpa nenhuma e é uma ingénua apaixonada por assim dizer. Há história e histórias. Pessoas e pessoas. Mulheres e mulheres. Mas olha que conheço umas quantas que fazem sim a cabeça aos homens. Que fazem de tudo para eles traírem as mulheres e darem cabo da vida deles. Que fazem tudo, por dinheiro ou lá o que seja. Que fazem tudo. E este tudo não é nada agradável, é muito baixo até. E para mim têm sempre culpa no cartório, pois se sabem que a pessoa é comprometia e/ou casada, deviam afastar-se imediatamente ou então dizer isso mesmo: que só seria possível algo, tendo em conta que até gosta da pessoa, se estivesse numa situação resolvida. A 100%. Eu por exemplo, se me acontecesse, nunca me envolveria com uma pessoa comprometida. É demasiado injusto para com a outra pessoa. É amanhã posso ser eu a outra pessoa, a traída.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade - é muito injusto para a outra pessoa (que é traída). E claro que há histórias e histórias mas o que eu sinto é que as mulheres culpam sempre, sempre a outra. E viraram-se sempre contra a outra mulher. Mesmo que ela tenha culpa, a culpa maior será sempre do homem que traiu. Estas situações nunca são fáceis de resolver (internamente) mas eu sou mesmo apologista de que nos virarmos umas contra as outras não faz sentido..

      Eliminar
  5. Tenho que comentar. Tens toda a razão e eu concordo sem tirar nem por . Nesse caso a culpa é e sempre será (MAIS) do homem. E independentemente de uma mulher (puseste isso de lado mas acredito que possa acontecer) fazer tudo para rasgar uma relação ao meio e 'ganhar' esse homem que era de outra para alguém, o homem , e nós homens , só temos que demonstrar personalidade , porque se a tivermos , não há terceiros que estraguem o que quer que seja. Mas a meu ver isto também serve na direcção oposta . Porque se um casal tem uma relação , e a mulher se deixa levar ou encantar ou seja o que for por outro homem , independentemente da postura desse outro , a culpa será sempre mas sempre dela nunca do tal terceiro. E ex namoradas psicopatas ?! Medo Sara, nem falemos disso , porque já tenho a minha dose. Tem piada , acho que precisamente por isso ela deve estar a ler isto não tarda ahaha. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. uiiii ahahaha adorava que a "Sara" lesse :) E sim, no outro caso quando a mulher trai, sim a culpa é dela... acho que aqui o prisma é que não se deve culpar a outra pessoa mas sim a própria que traiu!!

      Sara se leres, comenta!

      Eliminar
  6. Estas questões são sempre muito delicadas... Concordo contigo quando dizes que, em última análise, a culpa é do homem. É ele e só ele que deve algo à mulher, a "outra" não... A não ser que seja amiga dela ou assim.

    Mas, por exemplo, no caso da tua amiga que nem andava com o homem quando era casado, que sentido faz xingá-la?

    Claro que isto é tudo muito bonito, mas... se fosse eu não faço ideia de como iria reagir, sou sincera. Quero acreditar que iria ser mega racional e virar-me apenas contra ele, mas como sabes, o amor não é lógico. :P


    Joan of July

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo lol às vezes pessoas beeeem racionais de repente tornam-se outras sem se aperceberem. Neste caso, a minha amiga era amiga dele (e não dela) e quando ela saiu de casa ele viu ali um apoio na minha amiga e a coisa proporcionou-se. Estão ambos a fazer bem um ao outro. Não há razão para de repente vir para público ofendê-la como se a culpa fosse dela...

      Mulheres... somos difíceis :)

      Eliminar
  7. Adoro os teus textos! Parabéns!! Escreves mesmo muito bem <3

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© the styland. Design by Fearne.