O Fenómeno Geordie Shore e a imposição da beleza

23 de maio de 2015

Eu não sou contra as cirurgias plásticas - porque cada pessoa escolhe fazer o que lhe apetecer com o seu corpo. Mas sou contra a obsessão pela beleza, pela magreza e pelo padrão que nos é imposto em todo o lado. Padrão esse que sentimos que não conseguimos atingir se não formos pelas vias comuns: cirurgias, preenchimentos, tratamentos e, em última análise, photoshop. Mas já batalhei tanto no photoshop que, por hoje, não vou por aí.

Atirem-me já pedras aqui mas eu sou/fui uma espectadora assídua do Geordie Shore (não o americano, mas o britânico). Ria-me com a burrice do Gaz, fiquei solidária com a Holly, que foi excluída pelo resto dos moradores (e abandonou a primeira temporada 2 vezes) porque, no primeiro episódio, decidiu mostrar o peito e fazer trabalho oral com um dos rapazes, if you know what I mean, achava uma piada à Vicky e à sua mania de que era uma Geordie VIP só porque sabia três ou quatro palavras caras e enterneci-me com o amor da Charlotte pelo Gaz - amor esse que a levou, over and over again, a fazer as mesmas parvoíces, a chorar prantos ínfimos e a ouvir dele sempre as mesmas palavras - I don't love you - só queria mesmo era ir para a cama com ela. Todas as noites.

Ora, eu achava um piadão a este programa porque elas - vou só focar-me nelas - eram quatro miúdas completamente normais q.b (tirando os bronzes falsos, as extensões de cabelo, as pestanas, as unhas...), que queriam sair, queriam divertir-se, queriam dinheiro, queriam fama, queriam amar, queriam ser aceites - independentemente de todo o sexo, álcool e figuras menos felizes em que foram filmadas - e que era o propósito. O programa teve (e tem) o sucesso que teve (e a Charlotte, mais tarde, entrou no Big Brother Famosos e ganhou) porque eram espontâneas, carismáticas e o público acarinhou-as (ao contrário do que aconteceu nos EUA com o Jersey Shore).

Agora chegamos à parte em que, ontem, acabei de perceber que, neste momento (na 10ª temporada de Geordie Shore), todas elas estão transformadas em Barbies de botox. O que é que aconteceu às quatro raparigas simples de Geordie? Em que momento é que se sentiram obrigadas a mudar toda a sua aparência? Foi o mercado? Foi a televisão? Foi a fama? Foram as revistas? Foram os comentários do público que escrutinou toda a sua aparência? Porque é que nenhuma delas se conseguiu manter como era? E a minha questão é a mesma de sempre: porque é que não nos conseguimos aceitar e procuramos, a toda a hora, corresponder a um estereótipo de beleza que nos é imposto?

A Charlotte no início do programa e agora.

A Charlotte e a Holly na primeira temporada e agora.

As várias mudanças de Holly até agora

Vicky no início do programa e agora

Por outro lado, toda a pressão da fama levou-as a perceber que tinham de ter hábitos de vida mais saudáveis. E todas passaram por mudanças que incluíram deixar de beber álcool em doses assustadoras e comer porcarias às 7h da manhã. Haja alguma mensagem positiva a reter no meio disto tudo. Embora algumas destas mudanças tenham incluído cirurgias para perder peso e muito botox e cirurgias plásticas, todas elas defendem, hoje, padrões de vida saudáveis, lançaram programas de exercícios inspirados nos treinos delas e querem passar, às outras mulheres, uma mensagem de corpos sãos.


Concordam com esta pressão assustadora por padrões de beleza inatingíveis? Também sentem esta pressão no vosso dia-a-dia?

17 comentários

  1. Pessoalmente, não sinto essa pressão. Mas é assustador que exista desta maneira absurda. E sempre ligada às mulheres. Não, não somos perfeitas!

    Isa,
    http://isamirtilo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, não somos perfeitas. Mas somos perfeitas nas nossas imperfeições. Mas esta pressão é assustadora - eu também não a sinto desta forma tão intensa mas sei que ela existe. Temos de passar mensagens de que a beleza está em todas as formas :)

      Eliminar
  2. Sabemos que essa pressão está em todo o lado. É terrível!
    Eu, sendo uma miúda volumosa, como é ÓBVIO fui alvo de bullying na escola. Mas não fui vítima.
    Nada me mudou, foram obrigados a aceitar-me. Sou clinicamente saudável e não tenho excesso de peso para a minha altura. Claro que toda a gente me recomenda perder 10 kg. Paciência. O truque é pensarmos pela nossa cabeça! :)
    Óptimo post! Um beijinho.

    amariadaniela.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A verdade é que toda a gente nos ha-de recomendar alguma coisa. Quando não é o peso, são os cabelos, os lábios, a maquilhagem, a roupa... há sempre qualquer coisa que nos vão tentar impor. Conseguirmos apreciar (e aceitar) a nossa própria beleza é mesmo muito importante :) Exactamente para que não sejamos vítimas desta pressão e deste bullying que existe vindo de todas as partes :)

      Eliminar
  3. Depois de ler isto fui pesquisar sobre elas porque fiquei impressionada com as mudanças das últimas fotos e queria saber que treinos elas fazem. E é mesmo impressionante a mudança e como, neste caso, a fama até lhes abriu os olhos para um estilo de vida que tinham e não era mais saudavel...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Rita, até foi uma mudança positiva (pensando pelo prisma dos estilos de vida saudáveis que passaram a adaptar) :)

      Eliminar
  4. Suuuper concordo! E é muito fácil se deixar levar por essas coisas. Lembro de ler, quando eu tinha uns 13 anos, um livro maravilhoso chamado "a ditadura da beleza e a revolução das mulheres", de um escritor e psiquiatra brasileiro. Foi como um choque de realidade. Ele fala exatamente sobre isso e ainda criou um nome, a síndrome PIB (padrão inatingível de beleza). Desde então, toda vez que vejo algo assim (tipo as Kardashians da vida), me lembro desse livro. É realmente assustador o que as pessoas fazem hoje em dia!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sindrome PIB? Tenho de ir investigar sobre isso! Adorei a expressão...

      Eliminar
  5. desculpe-me, este programa é simplesmente um lixo, uma bosta.

    ResponderEliminar
  6. eu simplesmente AMO geordie shore, Charlotte pra mim é a mais divertida de todas, e realmente fiquei chocada com a mudança de todas, mas convenhamos que essa mudança fez bem para algumas...

    ResponderEliminar
  7. Estoy realmente muy feliz por mi vida; Mi nombre es Cynthia Vargas nunca pensé que voy a vivir en la tierra antes del año se agote. He estado sufriendo de una enfermedad mortal (VIH) durante los últimos 5 años; Había pasado una gran cantidad de dinero que va de uno a otro lugares, de las iglesias a las iglesias, los hospitales han sido cada día mi residencia. control permanente de seguimiento han sido mi hobby no hasta el pasado mes, yo estaba buscando a través de Internet, vi un testimonio de cómo DR. Ben ayudó a alguien en la curación de su enfermedad por VIH, rápidamente he copiado su correo electrónico, que es (drbenharbalhome@gmail.com) .I habló con él, me pidió que hiciera algunas ciertas cosas que he hecho, me dijo que él va a proporcionar la base de hierbas para mí, lo cual hizo, entonces él me pidió que fuera para el chequeo médico después de algunos días después de usar el remedio a base de hierbas, que estaba libre de la enfermedad mortal, él sólo me pidió que publicar el testimonio a través de todo el mundo, con fidelidad am haciendo ahora, hermanos y hermanas por favor, él es grande, le debo en mi vida. si va a ser sometido a problemas similares acaba de enviarle un correo electrónico en (drbenharbalhome@gmail.com) o simplemente le WhatsApp en: + 2348144631509.He también puede curar enfermedades como el cáncer, Diabeties, herpes. Etc Usted puede ponerse en contacto conmigo en el correo electrónico: vargascynthiamaye1995@gmail.com

    ResponderEliminar
  8. É bem fácil falar que não concorda com o padrão de beleza que nós opõem quando você já está encaixada nele. (Se você é a moça na foto ao lado da materia, você é extremamente linda, magra, e etc..) Agora você não quer ser gorda, feia com a cara cheia de espinha, (mesmo saindo da puberdade)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, como é que eu estou encaixada? Eu sou eu... não posso fazer nada para deixar de ser eu. Já tive acne - e muito!! Tratei da minha pele, tentei melhorar ao ponto de me sentir bem. Não cedi a cirurgias plásticas e a um ideal que diz que preciso de mudar toda a minha aparência.

      Eliminar
  9. Adorava o Geordie Shore!!!! Aquilo era a maior alarvidade da vida, eles uns nojentos, sacanoides, amigos do bronze e burros e elas...nem há palavras para as descrever, mas era a comédia total!!
    ps. A Charlotte está MEDO!!

    ResponderEliminar
  10. Eu sinto essa pressão só de entrar no Instragram e ver pernas definidas e barrigas lisas e querer mudar emagrecer a força.
    Ou quando vejo aquelas maquiagens perfeitas.
    O melhor a fazer é termos uma mente bem forte e desligar-nos desse perfeccionismo que acaba por arruinar algumas pessoas que procuram ficar bonitas e ficam piores lol.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  11. Boa noite gostei da sua visão sobre o feminismo !! As mulheres precisam se aceitar como são!! Gostaria de saber se você sabe algum site que esteja disponível a primeira temporada dublada de Geordie Shore
    Desde já obrigada !!

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© the styland. Design by Fearne.